NOTICIAS COMENTADAS
7 de Abril de 2017

ESTADOS UNIDOS LANÇAM 59 MÍSSEIS NA BASE MILITAR DA SÍRIA

 

Ataque químico foi a gota d’agua para os Estados Unidos da América,   puxar a orelha do governo Sírio. Acabamos de saber que o exército americano revidou ao ataque químico feito por Assad contra seu próprio país matando crianças indefesas e pequenos bebês. Com isso, mais pessoas feridas! Mais seis pessoas mortas até agora. E uma destruição total do lugar.

Vamos à reportagem?

“Exército americano lançou 59 mísseis em direção à Síria em retaliação à ataque com armas químicas; governo russo repudia a ação de Trump”

O Exército americano lançou, na noite desta quinta-feita (6), 59 mísseis 'U.S. Tomahawk' em direção à uma base militar localizada na Síria. O Exército sírio informou que o local foi completamente destruído e que seis pessoas morreram no ataque. O número de feridos não foi divulgado.

O lançamento foi uma retaliação ao ataque químico em Khan Sheikhoun, na província de Idlib, que foi feito com gás sarin, matando 86 pessoas, entre elas 26 crianças, segundo o levantamento do Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

Segundo o Exército americano, a base aérea de Homs, alvo dos mísseis, foi responsável pelo ataque químico. O ataque partiu de navios americanos, e já estava sendo planejado desde a última terça-feira. Algumas horas após o ataque, o governo dos EUA divulgou vídeos com os lançamentos.

O lançamento dos mísseis aconteceu um dia após o presidente americano, Donald Trump, sinalizar que poderia retaliar o governo sírio, comandado por Bashar al-Assad. "Acho que o que Assad fez é terrível. O que aconteceu nas Síria foi uma desgraça para a Humanidade", disse Trump, ao se pronunciar sobre o ataque químico.

No passado, o ex-presidente do Estados Unidos, Barack Obama, já havia ameaçado combater Assad. Trump, por sua vez, sempre procurou manter distância da política na Síria, e colocava Assad com um "aliado na luta contra o Estado Islâmico". No entanto, o ataque químico mudou a opinião e a estratégia do presidente americano.

Logo após o lançamento dos mísseis, Trump falou com jornalistas na Flórida e convocou "as nações civilizadas para combater o regime sírio".  Segundo o presidente americano, o regime de Assad já foi longe demais e, para parar o banho de sangue, uma ação foi necessária.

Depois, em pronunciamento oficial, Trump seguiu a mesma linha de pensamento. "Na última terça-feira, o ditador sírio Bashar al-Assad, lançou um terrível ataque químico em Khan Sheikhoun, matando inocentes, entre eles, crianças indefesas e pequenos bebês", disse o presidente. "É um interesse vital dos Estados Unidos coibir o uso de ataques químicos brutais como esse", completou.

Segundo Trump, foram anos e anos tentando mudar o comportamento de Assad, mas sem resultados. De acordo com ele, o presidente sírio é o grande culpado pela crise dos refugiados. No final do discurso, ele disse que reza pelos mortos e feridos e disse que algo precisava ser feito para combater a crueldade do regime sírio.

Muito se espera das consequências diplomáticas diante da retaliação americana, principalmente em relação à Rússia, antiga aliada da Síria e do regime de Assad. De acordo com o Pentágono, no entanto, as autoridades russas foram avisadas antes do lançamentos dos mísseis, para que seus soldados pudessem ser retirados da base militar que foi alvo dos mísseis.

O governo russo no entanto, manifestou descontentamento com a atitude de Trump. "O ataque foi uma agressão contra um estado soberano, baseada em pretextos inventados", declarou Dmitry Peskov, porta-voz do governo da Rússia. "Esta ação de Washington causa um dano considerável nas relações russo-americanas, que já se encontram em um estado lamentável", completou o diplomata, causando ainda mais tensão. A Rússia ainda pediu uma reunião urgente no Conselho de Segurança da ONU para discutir o assunto.

O governo do Irã, outro aliado importante de Assad, também repudiou o ataque americano. “O Irã condena veementemente quaisquer ataques unilaterais”, declarou Bahram Qasemi, porta-voz do Ministério do Interior iraniano.

Outro problema que Trump pode enfrentar se deve ao fato do presidente americano não ter consultado o Congresso antes de autorizar os ataques, como manda a Constituição dos Estados Unidos. Deputados democratas e mesmo alguns republicanos não teriam gostado da atitude centralizadora de Trump. Segundo o presidente, no entanto, o lançamento dos mísseis era uma questão de segurança nacional, e não haveria maneira de discutí-lo.

Países aliados dos Estados Unidos, no entanto, aprovaram a ação de Trump. Israel, Turquia, Reino Unido, Japão, entre outros, entenderam que o lançamento dos mísseis foi necessário para combater um governo que está atacando a própria população. Alemanha e França informaram que foram avisados do ataque com antecedência.

A situação na Síria

O conflito armado na Síria foi iniciado em 2011 e, desde então, mais de 470 mil pessoas morreram, de acordo com estimativas do Centro Sírio para Pesquisas Políticas. Segundo a ONU, a guerra também levou cerca de 10 milhões de sírios a cruzarem a fronteira do país em busca de paz.

Fonte: Último Segundo - iG @ http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2017-04-06/misseis-siria.html

COMENTANDO: AMADOS, ISSO NÃO VAI PRESTAR! UMA VIOLÊNCIA TRAZENDO OUTRA VIOLÊNCIA! MAS, PAÍSES TAMBÉM FORTES E SOBERANOS ESTÃO ENTENDENDO QUE É NECESSÁRIO UMA RETALIAÇÃO COMO ESSA PARA A SÍRA SE CONSCIENTIZAR  QUE NÃO SE DEVE LIDAR COM ATAQUES QUÍMICOS. ISSO PODERÁ ABRIR UMA GUERRA QUÍMICA SEM TAMANHO. A SÍRIA JÁ PROVOU A QUE VEIO. E NÓS, ESTAMOS ENTENDENDO QUE TUDO ISSO JÁ ESTAVA ESCRITO. SÍRIA, TURQUIA, ISRAEL, E TODOS AQUELES PAISES CIRCUNVIZINHOS, FARÃO PARTE DO QUE A BIBLIA NOS ESCLARECE COMO APOCALIPSE, SEM CONTAR A PARTICIPAÇÃO DO TÃO FAMOSO, ESTADOS UNIDOS, AGORA, CHEFIADO POR TRUMP. FIQUEMOS ATENTOS. 

 
CATEGORIAS
RELACIONAMENTOS
ORA??ES
MODA
SA?DE
VIAGENS E TURISMO
CASA ARRUMADA
NOTICIAS COMENTADAS
CONHECIMENTOS ATUAIS,GERAIS, RELIGIOSOS, ETC
M?SICAS LINDAS
 
POSTS POPULARES
1 de Agosto de 2016
FREQU?NCIA CARD?ACA
Palpitações. Uma sensação do coração saindo pela boca. Medo. Alegria. Raiva, Ódio... Parece que tudo mexe com nossos  batimentos, não ...
LEIA MAIS
25 de Dezembro de 2016
?CIDO ?RICO E GOTA? ELIMINE-OS. APRENDA COMO!
Quem não sente dor nas emendas? Kkkkk. Ops, nas articulações? Há quem ache que seja reumatismo. Puro engano! Até pode ...
LEIA MAIS
29 de Março de 2016
LIM?O: A CURA
Nunca pensei que num certo ponto de minha vida eu descobriria tantas qualidades no limão, inclusive do poder curador que ...
LEIA MAIS
4 de Janeiro de 2017
O C?NCER PODE SER CURADO EM POUCAS SEMANAS: DR LEONARD COLDWELL
Que notícia boa! Até que enfim uma esperança para quem lida com a tal doença. Esse aí da foto é ...
LEIA MAIS
11 de Janeiro de 2017
C?NCER TEM CURA: DR. LEONARD COLDWELL ? PARTE 2 - C/V?DEO
Gentem, em 2 a 16 semanas, a curaa! Pára tudooo! A natureza é mais forte que o Câncer!? Eu já ...
LEIA MAIS